17 agosto 2017

Cachaço de porco no tacho com vinho do Porto

Cachaço de porco já é um clássico na minha vida, especialmente quando vamos sair e preciso levar atrás a marmita. É rápido de preparar e fica a cozinhar no tacho ou no forno sem me preocupar muito. Depois são as sandochas boas que posso fazer com esta carne e preparar outras refeições mais compostas, além de que é bem económico. Desta vez saiu um cachaço com vinho do porto bem bom.


16 agosto 2017

Salada de frango com alface, mini tomates e rabanetes

O toque picante dos rabanetes e o frango bem temperado dão vida a esta salada. Depois cada um que tempere a gosto, com vinagrete caseiro ou um molho mais especial. Boa quarta-feira a todos!


15 agosto 2017

Esparguete picante (com tabasco fumado) com miolo de mexilhão

Mais um prato de massa que é muitas vezes feito cá em casa. A massa, o molho e as ervas frescas por si só já ficava bom, mas para ficar ainda melhor juntar miolo de mexilhão e está a festa feita. Se houver tempo e paciência mexilhão com casca daria uma graça diferente, mas estamos no verão e temos tanta coisa para fazer que não podia perder tempo a limpá-lo. Concordam comigo não é verdade?

14 agosto 2017

Ervilhas guisadas com carne

Um destes dias, ainda o sol não brilhava tanto, comi umas ervilhas feitas pela minha mãe. Souberam-me tão bem que dias depois fiz em casa. É claro que estavam boas, mas mentiria se dissesse que as minhas é que eram as melhores. Nada disso, as da minha mãe são bem melhores! Não sei se é a mão, se é o tempero, se é o carinho que recebemos da mãe quando ela cozinha para nós, deve haver algum segredo escondido. Mas fica aqui a minha tentativa de tentar chegar aos calcanhares dela. Mãe é mãe, não é verdade?

11 agosto 2017

Arroz doce light

Devia ser obviamente proibido alterar estas sobremesas tão típicas, mas a malta aqui precisou de fazer uma redução de calorias para compensar os abusos destas férias. É claro que arroz doce que se preze, é sempre melhor com leite gordo ou vá meio-gordo, gemas e há quem ponha uma noz de manteiga, mas, lá está, sou eu que mando :), portanto hoje saí um arroz doce assim mais para o light, mais que não seja para matar o pecado da gula. Se quiserem espreitem o arroz doce da outra Carla que é bem parecido ao da minha mãe.


10 agosto 2017

Farfalle com bacon e tomate seco ao sol

Relativizar a vida torna tudo melhor. Na cozinha é igual. Nada de stress porque não há nada pensado para o almoço ou jantar. Muito simples, massa e os pozinhos do costume, e está feito! Não deve haver ninguém que se atreva a dizer que isto não é digno de uma refeição, pois não? (atrevam-se que eu vos digo ;) )


09 agosto 2017

Pudins de caramelos "weather´s" e café

Volta e meia, como a maioria das mulheres, julgo eu, gosto de fazer a ronda pelos frascos e frasquinhos, gavetas, congelador e afins. Dar solução aos restos que andam no fundo do pacote ou das gavetas,  pode ser uma agradável surpresa. E assim foi...

04 agosto 2017

Piano no forno com mel e chips de batata doce

Tenho um monte de papéis rascunhados com receitas para partilhar convosco,  e eu não gosto nada de acumular assuntos. Portanto fiquem já com este piano para "tocar" e lamber os dedos no final. Temperar, ligar o forno e fazer umas chips de batata doce para juntar à festa. Bom fim-de-semana!

02 agosto 2017

Sumo caseiro de frutos silvestres

De há uns anos para cá, reduzi substancialmente na lista mensal das compras, os refrigerantes e até a água engarrafada. Não foi fácil pôr a malta a beber água da torneira, mas consegui, dever cumprido! Não quer dizer que uma vez por outra, em dias de festa ou férias se beba uma cola ou ice tea, mas nada bate os sumos naturais feitos por nós.


01 agosto 2017

Panquecas de aveia e banana

Engordámos todos nas férias e agora estamos a tentar recuperar de tanta asneira alimentar. 
Um destes dias uma prima falou-me de umas panquecas de aveia e banana que tinham poucos ingredientes. Sem procurar muito a receita fui encontrá-la no novo programa da Filipa Gomes que toda a gente vai adorar ver. São simples de fazer e bem saudáveis, mas cuidado, são delicadas, nada de virá-las à bruta.

31 julho 2017

Salada de mini tomates, rabanetes e manjericão

Cá por casa adoramos refeições só de saladas e se forem de tomate ainda nos sabe melhor.  Juntei rabanetes que dão um colorido diferente e o seu toque apimentado tão característico. Simples mas tão delicioso. Boa semana!


28 julho 2017

Pescada à brás com bacon e cenoura

Estava aqui a pensar com os meus botões que a idade não me trouxe só cabelos brancos ou dores nos ossos. A idade trouxe-me sabedoria para lidar com a ingenuidade que sempre me caracterizou, a qual muitas vezes foi criticada. Agora percebo do que falavam... A partir do momento que a experiência da vida fez-me ver melhor o que se passava à minha volta, confesso que sou bem mais feliz, porque no meio deste caminho que é a vida, o que realmente interessa são as pessoas que amamos, os momentos de alegria, saúde com fartura e uma boa travessa de comida, o resto são meros detalhes que agora sei pôr ao "lado do prato". Apesar deste desabafo posso dizer que este ano tem sido bem rico em conhecer pessoas extraordinárias e posso dizer que continuo a fazer amizades improváveis, mesmo como eu gosto.
Para encher a travessa partilho mais uma versão à Brás que resulta tão bem como a original. Abraços.

25 julho 2017

Panquecas de cacau, banana e aveia

É bom fugir da rotina, ir uns dias de férias e descontrair do stress do dia-a-dia. Mas voltar também tem aquele gostinho especial. Acabamos por sentir saudades das nossas coisas e voltar a tê-las é maravilhoso. Resta-me ainda uns dias por perto, que irão ser  aproveitados da melhor maneira. Uma delas é voltar a partilhar convosco o que vai saindo da minha cozinha. Boa terça-feira a todos!

14 julho 2017

Tarte de doce de leite merengada

Finalmente chegaram as minhas primeiras férias. Ufa, ansiava por elas há demasiado tempo, que julguei que não ía aguentar nem mais um dia. O sossego que encontro fora de Lisboa é para mim um dos grandes motivos desta espera ansiosa. E para comemorar saí uma gulosice a fazer lembrar a tarte de limão.

12 julho 2017

Gambão selvagem frito à moda da Patrícia

As tardes de fim-de-semana são perfeitas para os petiscos em casa.
Na mesa havia chouriço assado, queijo mozzarela de búfala com uma marinada especial a servir de tempero, pão torrado e bebidas bem frescas. 
Mas o que interessa hoje é falar desta receita da minha amiga Patrícia, que não liga nada a estas coisas da culinária, mas surpreendeu-me com algumas dicas para fazer gambão. Aliás, surpreendeu-me ao vivo e a cores no dia que fez este prato para compor a mesa de fim de ano. Íamos conversando enquanto ela fazia o gambão assim meio nervosa em falhar... Qual quê, foi para a mesa, além de muitas gargalhadas, confusão (da boa) da criançada, entre outros petiscos, uma bela travessa de gambão feito na perfeição. E quando digo na perfeição, é perfeição mesmo, pois quem compra gambão sabe que se não o cozinhar em condições, podemos bem ficar com uma coisa molenga para mastigar, e isso não é nada bom. Aqui fica a receita com livro de reclamações dirigido à Patrícia, ok?

11 julho 2017

Gelado de arroz doce

O rapazinho ainda não come grandes sobremesas. É guloso? Claro que sim! Mas também é "parvo" por não experimentar sobremesas tão boas e típicas que temos por cá. Daí esta minha vontade em enganá-lo com uma sobremesa que teimo que ele experimente e sempre sem sucesso. E pronto transformei a sobremesa em gelado e só depois de ele dizer que estava muito bom é que eu lhe disse o sabor. Enfim coisas de mãe teimosa.

10 julho 2017

Cuscuz com filetes de sardinha em conserva

Começo a semana a aproveitar ingredientes que vão ficando para trás nos armários. Um resto de cuscuz no frasco foi o mote, depois foi olhar para a despensa e para o frigorífico e fazer uma combinação aceitável. Ficou bom e rende bastante, portanto cuscuz tem de haver sempre em casa. Boa semana!

06 julho 2017

Fusilli (sem glutén) com carne picada

Volta e meia gosto de comprar carne picada e ter sempre no congelador. Depressa se prepara qualquer coisa. Desta vez fiz com massa fusilli sem glutén, pois gosto de fugir ao trigo de quando em vez. Termina-se com queijo ralado e leva-se ao forno. Bom fim-de-semana.


05 julho 2017

Sobremesa de iogurte grego com frutos silvestres e cereais EXTRA da Kellog´s

Para calar a gula, nada como uma sobremesa quase instantânea. É preciso que haja sempre na despensa iogurtes, fruta e uns cereais extra saborosos como estes, que tive o privilégio de receber para provar em primeira mão. É preciso falar deles porque são extra crocantes, extra ricos e extra saborosos. Têm a minha palavra de honra! E esta singela sobremesa tem pouca "culpa", para quem anda mais guloso como certas pessoas que andam por aí (eu).

Ingredientes para 2 pessoas:
- 1 chávena de chá de morangos já cortados
- 1 colher de sopa de açúcar mascavado
- 2 iogurtes gregos naturais (ou açucarados se preferirem)
- framboesas e mirtilos q.b.

Preparação:
Levar ao lume os morangos e o açúcar. Deixar até dissolver o açúcar e os morangos ficarem bem cozidos. Triturar, passar pelo passador (para retirar grainhas e ficar mais cremoso) e deixar arrefecer por completo. Preparar as taças colocando metade do iogurte, o puré de morango, algumas framboesas e mirtilos e o restante iogurte. Terminar com mais framboesas e mirtilos e os cereais. Bom apetite!

03 julho 2017

Chutney de pimento vermelho e vinho do Porto

Começo a semana com um chutney que faço vezes sem conta e ainda não me tinha apetecido partilhar a receita. Ontem acompanhámos o nosso bitoque com este chutney. Uma delícia. Boa semana!

30 junho 2017

Sopa picante de (mini) almôndegas e legumes (com tabasco fumado e massa sem glúten)

Almôndegas na sopa? Dizia o "piolho encardido"... Pois temos pena, foi assim que decidi na hora. Uma sopa assim em jeito de ministrone, mas à minha maneira. Afinal sou eu que mando aqui. Bjs e aproveitem a vida, que um dia isto acaba-se.

29 junho 2017

Quiche de frango e bacon (com caril e leite de coco)

Um destes dias saiu uma quiche com sabor a Índia, mais que não seja para variar das habituais que costumo fazer. Uma pitada de caril, leite de coco e uma dose de amor, sempre utilizada em porções generosas quando cozinho para os outros.

26 junho 2017

Salada de batata com cavalas grelhadas e ervas aromáticas

Todos os dias damos voltas à nossa cabeça para colocar na mesa refeições diferentes com os ingredientes do costume. Cá por casa os meus rapazes são enganados facilmente. Basta um molho diferente, umas ervas aromáticas, umas raspas de qualquer citrino e uma travessa bonita. Desta vez levei à mesa as cavalas grelhadas, livres de pele e espinhas, mas fui logo avisando que cá em casa não tenho estrelas Michelin, portanto todas as refeições servidas podem conter espinhas, ossos, cabelos, pêlos, anéis e afins. Correu tudo bem. Servi uma salada simples e boa, mas com espinhas como sempre, porque o mundo está livre de ser perfeito e eu idem aspas. Boa semana!


23 junho 2017

Sardinhas em broa de milho e pimentos assados

O cheirinho a sardinhas por todo o lado, que memórias me trás, e das boas, daquelas que nunca ficam no passado porque teimam em pairar no presente. Inspiro suavemente, fecho os olhos e penso sempre de cada vez que sinto esse cheiro: "tenho de comprar sardinhas só para mim e fazer em casa". E acabo por nunca comprar. Os meus rapazes não comem sardinhas.
Perdi a vergonha e pedi à peixeira só quatro sardinhas, as que achei que me satisfariam nesse dia. Acompanhei-as só com broa e pimento assado e fiz-me a promessa de não esquecer de repetir mais vezes. É que não há nada melhor que este sabor, mesmo que a casa se encha de cheiro a peixe, isso pouco importa, aliás nem pouco nem muito, nunca quis saber desse pormenor.

21 junho 2017

Noodles com peru e legumes

A Milaneza fez-me chegar os novos noodles que são muito práticos de fazer, é só preciso um wok para tudo e já está. Cá por casa faço noodles muitas vezes, por ser rápido e porque posso juntar os legumes e a carne que tiver por casa. Por isso noodles e molho de soja não podem nunca faltar na minha despensa. Estes são ideais para os dias apressados porque cozinham rapidamente e diretamente no wok, basta juntar a medida certa de água a ferver e assunto arrumado.

20 junho 2017

Choco frito (mentira são tiras de pota)

Era preciso fazer um petisco para compor a mesa que já tinha umas moelas bem tenrinhas. Não é choco obviamente, mas é um parente e bem mais barato, para assim sobrar dinheiro para as saídas de verão que gostamos de fazer. Simplificar foi o lema, nada de passar por ovo ou fazer polmes. Farinha de milho dentro de uma saco de plástico e potas lá para dentro, abanar e já está. Fritas em azeite para minimizar a culpa. Boa semana a todos.

16 junho 2017

Gelados de fruta e iogurte

Para me redimir das doçuras que têm entrado na minha barriga, decidi fazer uns geladinhos para comer sem culpa. Fruta doce e colorida para enganar o meu corpo que me anda a pedir demasiados doces. Se eu puser xarope de ácer não conta pois não? Continuam a ser gelados sem "culpa" certo?

15 junho 2017

Desafio 5 ingredientes / 5 €uros - Carapaus fritos com arroz de tomate e pimentos assados

A Cláudia mandou-me às compras com 5 euros no bolso e desafiou-me a preparar uma refeição para 4 pessoas. Que grande malandra, como se fosse assim tão fácil nos dias de hoje. Bem, lá fui eu às compras que são sinónimo de aproveitar sempre as promoções. 

Entrei no supermercado passei na parte da peixaria e encontrei carapaus baratos, bingo! E foi assim em tempo real que decidi a receita. 

Fui para a caixa e alertei a funcionária para me pesar os pimentos um a um para não ultrapassar o valor estipulado. Ainda sobrou 25 cêntimos, além de que só utilizei uma das duas cebolas que comprei e ainda fiquei com muito arroz.

A farinha, o sal e o azeite estavam de fora da lista, fazendo parte de ingredientes que poderia usar, os coentros fui roubá-los à minha horta caseira.

Fica aqui a minha sugestão para alimentar 4 pessoas com menos de 5 euros.




A Cláudia do blogue "O Prazer da Cozinha" não ficou de fora deste desafio e preparou também como habitual a sua sugestão, um fettuccine delicioso à carbonara com cogumelos.


14 junho 2017

Salada de figos grelhados com presunto

Figos são uma das minhas frutas de eleição, daquelas que como com muita satisfação. E a saber disso, o "mais-que-tudo" parou numa mercearia e trouxe-me uns figos tão bons. Com 4 deles preparei uma salada bem simples que foi um dos nossos jantares o fim-de-semana passado só a dois. Gostava de ter acrescentado uns pedacinhos de queijo azul, uma clássica companhia do figo. Ficou bom na mesma. 

12 junho 2017

Pescada cozida com todos (em água aromática)

Aromatizar a água de cozer o peixe dá realmente outro sabor e não dá trabalho nenhum. Eu cá acho que deviam experimentar. Bom feriado amanhã, só para quem trabalha em Lisboa. Aproveitem.

09 junho 2017

Bolo de cenoura e coco

Não vou comer mais doces. Não vou comer mais doces. Não vou comer mais doces. Não vou comer mais doces.

P.s. Possa ser que se repetir muitas vezes resulte.

08 junho 2017

Gelados de nata e baunilha

Vamos lá ver do que eu vos posso falar hoje. Se calhar do beijo à Marlon Brando que recebi ontem no meio do campo de futebol lá da zona em plena noite, enquanto passeávamos o "pulguento". Beijo esse que deu direito a torciclo. Estou farta de o avisar que já não tenho vinte anos. E por hoje é só isto, e mais estes geladinhos para compensar o "piolho"  da sobremesa que partilhei ontem e ele ainda não aprecia. (já vos disse que ele anda com mau feitio? dizem que é da adolescência, medooo...)


07 junho 2017

Semifrio de cerejas e vinho do porto

Hoje não sei do que falar, portanto vou falar do que senti ontem no regresso a casa do trabalho, acho que ainda está válido, porque hoje sinto exatamente o mesmo. Lisboa. O assunto é sobre ela. Adoro Lisboa mas sinceramente começo a cansar-me desta barulheira diária de carros, de pessoas, turistas e mais turistas, caos, filas para tudo, etc. Acho que me apetecia arranjar um trabalhinho à beira-mar, perto de onde moro, é que ia ser tão mais feliz. Começo mesmo a ponderar mudanças. Carro, mais dois transportes, mais andar a pé até chegar ao sítio, todos os dias, à ida e à vinda para casa. São mais de duas horas perdidas todos os dias só no caminho. Duas horas que podiam ser tão mais bem aproveitadas. Tenho de pensar bem sobre isto, acho que estou cansada de andar sempre a correr, e eu sou bem rija que não é isto que me mói. O que me mói são outras coisas. A ver vamos.
Agora vamos à receita, uma espécie de semifrio gelado. Gelado porque o levei ao congelador para ficar mais fresquinho. À primeira fatia espreitou uma cereja, nas seguintes muitas mais apareceram. Acho que ficou bom.


06 junho 2017

Ameijoas à Bulhão Pato (à minha maneira)

Por aqui já se petisca. Os dias quentes pedem petiscos e vinho verde bem fresquinho. Apanhei as ameijoas em promoção e não resisti a levá-las comigo para fazerem companhia à garrafa de vinho verde que há mais de um mês sente-se sozinha na última prateleira do frigorífico. Assim de uma cajadada só matei dois coelhos, a vontade de petiscar e a vontade de abrir a garrafa já bem fresquinha.


01 junho 2017

Costeletas de porco com zimbro, alecrim e cerveja preta

Para aprimorar as costeletas que ficaram a descongelar para o jantar de ontem, juntei-lhes zimbro e alecrim, e para que não faltasse um molho saboroso pedi ajuda a uma cerveja preta. O acompanhamento já aguardava por elas no frigorífico, pois cá por casa não se estraga nada. Boa quinta-feira a todos!

30 maio 2017

Pá de porco (com osso) com castanhas, tomate seco, cenouras e chalotas

Um assado é sempre um assado. Seja inverno, verão, ou um clima meio tropical como parece que temos agora. Com pouco mais de 5 euros levei para casa pá de porco com osso em promoção e fiz muitas refeições com ela. Quando acaba de fazer leva-se à mesa com puré de batata, arroz, ou salada, depois congela-se umas fatias para um dia de preguiça, outras tantas vão para dentro do pão regadas com o molho e segue-se para o piquenique a correr assim que o sol começa a espreitar. A vida é para aproveitar não é verdade?

26 maio 2017

Fettuccine (sem glúten) com alho e bacon

Prepara-se a chegada de um fim-de-semana caótico, no bom sentido. Juntar os amigos, as crianças e um cão, numa aventura que promete muitas gargalhadas, muito caos e muita brincadeira. Agora é o São Pedro ajudar à festa, mas aviso-o já que mesmo que chova pedras da calçada, nada vai estragar os meus planos. 
A receita de hoje é uma massa à base de milho, 100% natural e isenta de glúten da "Sam Mills", feita a pensar nas pessoas intolerantes ao glúten, mas também para quem queira fugir de quando em vez ao trigo e equilibrar a sua dieta. Desenganem-se quem por aí achar que esta meia dúzia de ingredientes singelos não fazem uma massa saborosa. Bom fim-de-semana! Aproveitem cada minuto.

24 maio 2017

Salada de tomate, pimentos assados e cavala (temperada com salicórnia)


A Joana do Limited Edition desafiou-me a fazer uma receita saudável e eu nunca digo não a um bom desafio.

Eu gosto de comer. Gosto mesmo, embora ninguém leve a sério esta mulher franzina que parece que faz uma dieta diária rigorosa para manter a linha.
Nada disso, apenas fui abençoada com uma boa genética, e até costumo dizer em tom de brincadeira que por dentro estou bem gordinha.

A comida para mim tem um lugar especial e cativo na minha vida que gira quase tudo à volta dela. Qualquer motivo é bom para sentar todos à minha mesa e festejar com imensa comida.
Não digo que não a nada. Gosto de tudo. Aprendi a apreciar cada prato, até mesmo aqueles que em jovem abominava. É assim que tento educar o palato dos meus rapazes. Ensiná-los a aceitar cada ingrediente, independentemente do seu sabor ou da sua textura. Todos têm o seu lugar na nossa alimentação.

Comer de forma saudável é tudo uma questão de equilibro para mim. Se ontem abusei com um bom cozido à portuguesa, hoje vou colocar na mesa um peixe cozido com legumes.
Gosto de ingredientes de boa qualidade, gosto de fazer boas escolhas, o que nem sempre é fácil para o orçamento mensal familiar. Com afinco e boa vontade podemos sempre mudar a nossa alimentação com pequenos gestos, mesmo que seja só algumas vezes durante o mês. 

Evitar produtos processados, escolher peixe de mar, comer mais carnes brancas, utilizar mais o azeite na confeção dos pratos em vez de óleo, ou escolher um óleo melhor, por exemplo o óleo de coco, frutas e legumes biológicos quando estão a um bom preço, e nos doces e sobremesas utilizar mais o mel, o açúcar de coco, adoçar com frutos secos, etc.

Venho de uma família de hipertensos e uma das minhas grandes preocupações é o sal em excesso. Por isso tudo o que sai da minha cozinha tem além de outros, esse cuidado especial com o sal.
Elaborei uma salada bem simples e fresca, temperada com salicórnia e um bom azeite, e na hora de escolher a conserva, decidi pela cavala em conserva de azeite. Uma salada sem presunções e muito honesta.

23 maio 2017

Bimis, courgette e cogumelos grelhados com queijo feta

Para hoje a minha sugestão é uma travessa de coisas boas grelhadas e com o toque do queijo feta para finalizar. Tanto serve para um acompanhamento como para uma refeição ligeira. Faço muitas vezes estas combinações, antes desta em vez de cogumelos pus berinjela, agora os bimis são insubstituíveis para mim.

22 maio 2017

Azeites aromatizados

Um destes dias decidi encher estas duas garrafinhas de qualquer coisa. Lembrei-me logo de fazer uns azeites aromatizados para aquelas receitas rápidas ou mesmo para usar como tempero de saladas, peixes cozidos, grelhados, etc. Fui à despensa, às gavetas das especiarias e à minha pequena "horta" de ervas aromáticas. Fiz duas escolhas que me pareceram bem e perfumei o azeite com todo o amor, como sempre faço quando me dedico à cozinha. Boa semana!

18 maio 2017

Medalhões de salmão selvagem "panados" no forno (com broa de milho e aneto)

E segue mais um prato de peixe bem colorido e com ar festivo, para animar ainda mais estes dias ensolarados. O salmão selvagem quer-se com um tempo de cozedura menor que o outro salmão, pois tem menos gordura, logo é mais seco. É só terem atenção a esse pormenor e o resto é conversa.

15 maio 2017

Salada morna de feijão frade com filetes de cavala

Ultimamente tem-me sabido bem utilizar as famosas latas de conserva. Confesso que apesar de gostar muito de cozer o feijão em casa, por todas as razões e mais alguma, estas latinhas fazem o milagre da multiplicação. Num minuto não sabemos o que cozinhar, e de repente está na mesa uma refeição "fast-food" que acompanha a sopa que já estava no frigorífico. Uma maravilha é o que eu vos digo.

12 maio 2017

RESULTADO PASSATEMPO "MONTIQUEIJO"


Foram muitas frases e todas boas, mas a Catarina Gonçalves divertiu-me muito com a sua participação. Uma oração muito engraçada, e sem qualquer desrespeito para com os católicos deste país, ok?

Parabéns Catarina Gonçalves, vais em breve receber o teu prémio!

Montiqueijo que estais na Terra
Santificado seja o vosso sabor
Venha a nós em grande quantidade
Seja feita a vossa receita
Assim em Portugal como no Mundo
O melhor queijo de todos os dias nos dai hoje
Perdoai a quem ainda não visitou "O Meu Tempero"
Assim como nós perdoamos a quem não vos tem comido
E não nos deixeis cair na fome
Mas livrai-nos da má qualidade
Amém

09 maio 2017

Sardas grelhadas com molho de pimentos e batatinhas ao sal

Tenho dedicado menos tempo à cozinha, pois há alturas na nossa vida que temos de nos repartir. Com o novo membro na família há que limpar a casa mais vezes e dividir o resto do tempo entre passeios à rua, as restantes tarefas e os meus outros hobbies, que também têm direito a um pedaço decente de mim. Um deles com o objeto de torná-lo diário, o yoga, prática que descobri recentemente e me apaixonou de tal forma que a hidroginástica ficou para trás. E ainda tenho em mente ir com o meu fiel amigo  para uma escola de treino. Portanto a cozinha está a meio gás e quero refeições saborosas e rápidas, como este peixinho grelhado que descobri que eles também gostam. Para ajudar à festa, as minhas batatinhas preferidas, feias e com um aspeto seco, mas à primeira dentada vão ter uma surpresa das boas. Desta vez levaram um "murro" para beberem melhor este molho simples mas delicioso. Boa terça-feira!

Hoje até à meia noite ainda podem participar no PASSATEMPO "MONTIQUEIJO"


08 maio 2017

Bolo de erva doce e canela (com azeite e açúcar de coco)

Um bolinho com um toque mais saudável sabe sempre bem, além de ser tão fácil fazer. Não usei a batedeira, nem untei a forma, duas das coisas que são sempre chatas nestas coisas da pastelaria. Um bolo que se come e se cheira ao mesmo tempo. Eu acho que ficou aprovado. Boa semana a todos!

 Não se esqueçam de participar no:
É tão fácil e além disso habitam-se a ganhar um cabaz de queijos!

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...